Sozinho consigo

Sozinho consigo

A semana está pesada, os dias passam rápido, as exigências no trabalho estão se acumulando, as expectativas da família são muitas, não há tempo para o ócio. Parece que os afazeres ocupam até nossas horas de sono! Estendemos um pouco mais o horário de trabalho pra dar conta de uma ou outra tarefa que ficou atrasada, chegamos em casa e nos deparamos com aquela pilha de louça esperando ser lavada, mas ainda temos que preparar a janta, trocar uma palavra com o marido/a esposa, com os filhos, dar comida para o cachorro... A lista não acaba.

A sua história e a história dos outros

A sua história e a história dos outros

Você já parou para pensar em quantas histórias de vida você conhece? Quantas pessoas passam por situações às vezes tão estranhas, tão impossíveis, que parecem até tiradas de livros ou filmes ficcionais, e quantas outras nos parecem tão verossímeis que poderíamos dizer que são praticamente as mesmas histórias das nossas vidas, mas com detalhes diferentes?

O desinvestimento

O desinvestimento

Na semana passada refletimos um pouco sobre o emprego de nossas forças, de nossa energia vital, em função de uma melhoria na qualidade de vida não só nossa, mas de todos os que vivem ao nosso redor...

Quais são seus investimentos?

Quais são seus investimentos?

Quando ouvimos alguém falando de investimentos, o que nos vem logo à cabeça? Aplicações financeiras, poupança, fundos, bancos, bolsa de valores... Dinheiro, certo? Consequentemente, pensar nisso faz a grande maioria das pessoas sentir aquela ansiedade, aquela preocupação com o futuro, com o salário (ou a falta dele) no fim do mês, com as contas a pagar, as compras no supermercado, os presentes ou a festa que queremos dar, a viagem que planejamos fazer...

Desejando mais o que já se tem

Desejando mais o que já se tem

Se a modernidade nos trouxe conforto, diversão e ampliação para as nossas liberdades, também não se pode negar o aumento do sofrimento que advém dos desenfreados desejos e vontades que invadem diariamente nossos estados de ser e ter.

Faça da sua queda o seu maior trampolim

Faça da sua queda o seu maior trampolim

Não é de hoje que as pessoas se colocam em posições de vitimismo, e que essas alimentam suas decepções e frustrações, ao ponto de se afogarem em suas próprias palavras. Hoje em dia, grande parte, ou até mesmo todas as pessoas do planeta passam por problemas, e todo e qualquer problema sempre tem como resultado a desestabilidade emocional. Afinal, toda e qualquer atitude que tomamos no nosso dia a dia é movida por alguma emoção, e são essas emoções que nos fazem tomar decisões.

A Decisão É Sempre Sua

A Decisão É Sempre Sua

Um dia, quando eu caminhava por uma praça, não pude deixar de observar um homem, adulto, de meia idade e aparentemente saudável. Ele estava sentado num banco, e quando me aproximei, percebi que ele estava com o olhar fixo, sem nenhum brilho e olhando para lugar algum, praticamente sem piscar.

Quebrando o Ciclo do Automático

Quebrando o Ciclo do Automático

Quantos de nós não estamos vivendo num ciclo que parece não ter fim? Quantos de nós nos condicionamos a fazer o que deve ser feito de maneira automática? Quando temos a sensação de que as coisas estão para mudar, parece que as coisas não acontecem, e que nadamos parados o tempo todo.