Cansaço Mental — Práticas Que Trarão a Sua Paz Interior

Cansaço Mental — Práticas Que Trarão a Sua Paz Interior

Olá, meu querido amigo e minha querida amiga.

Você já deve ter percebido que o cansaço mental é tão prejudicial para o seu bem-estar quanto para o físico. Muitas vezes, a pessoa até deseja fazer alguma atividade, como praticar um hobby e trabalhar, mas a mente não permite a concentração e o desânimo toma conta.

Essa situação não acontece sem motivo. Existe uma série de comportamentos que causam a fadiga de sua mente. A boa notícia é que quando você os identifica, pode mudar e, assim, conquistar a tão sonhada paz interior!


O que é o cansaço mental e por que ele ocorre?


Sabe quando, no final do dia, você se sente chateado e sem forças para fazer mais nada, mesmo sem ter um motivo aparente? Isso é o cansaço mental. Porém, na verdade, ele não vem “do nada”, pois há algumas razões que estão ligadas a comportamentos e pensamentos negativos que podem causar isso.

Assim como o corpo se cansa ao praticar um esporte, porque o esforço feito é grande, o cérebro também sofre um desgaste quando trabalhado demasiadamente, chamado de estafa. Quando isso acontece, você pode sentir um aumento do nervosismo, uma sensação de desânimo, falta de concentração, perda da memória e muito mais.

A estafa costuma ser causada por três fatores principais:


  • ser escravo do passado, ou seja, ficar remoendo acontecimentos antigos, se sentir preso a situações, diálogos e relações anteriores;

  • ter uma necessidade neurótica de mudar os outros;

  • fazer uma cobrança excessiva dos outros e de si mesmo.


Caso identifique em si mesmo um ou mais dos comportamentos listados, pode ser que isso esteja causando em você o cansaço mental. Mas não se preocupe, pois é possível reverter o quadro e sair dessa situação.


Quais práticas adotar para diminuir o cansaço mental?

Existem várias práticas que podem ajudar a diminuir o cansaço mental. Grande parte delas está relacionada com a gestão da mente, pois isso permite solucionar as principais causas do esgotamento mental, ou seja, desse alto nível de estresse e ansiedade causado no cérebro.

Por exemplo: você pensa muito em alguma situação que já passou e/ou sente culpa excessiva? Ambos os comportamentos podem estar causando o cansaço em sua mente. Porém, o primeiro passo para reverter o quadro e deixar esses sentimentos para trás é lembrar que você não pode alterar o passado, mas, sim, focar no presente para ser autor da sua própria história, tanto agora quanto no futuro.

Muitas pessoas também perdem tempo tentando mudar os outros — e esse pode ser o seu caso. Nessa situação, as críticas e comparações são bastante comuns, o que prejudica os relacionamentos interpessoais.

Mas essas atitudes devem ser questionadas e evitadas, já que o comportamento do outro está além do seu próprio domínio. Você pode tentar ajudar e orientar uma pessoa, mas não mudar quem ela é. Não se sinta culpado por não conseguir. Tente buscar o que há de melhor no outro e valorize as características diferentes de cada um.

Cobrar demais é outra atitude que gera o cansaço mental. Quem é muito ciumento, por exemplo, na verdade, é porque não tem autoconfiança e sente saudade de si mesmo.

Isso significa que a pessoa exige um reconhecimento do outro que não se dá. Você sente que tem dado a devida atenção aos seus pensamentos, sonhos e vitórias? Esse aspecto é muito importante para viver feliz e motivado.

Sendo assim, ao identificar todos esses comportamentos, você estará começando a praticar o autoconhecimento e saberá quais aspectos de sua vida merecem uma atenção especial. A gestão da mente está no centro de diversas questões atuais, inclusive o esgotamento mental que muitos sentem.

Continue acompanhando o blog da Academia da Gestão da Emoção e saiba como combater os sentimentos negativos da sua vida, descobrindo como é possível viver com paz interior!