Como Perder a Timidez Fazendo a Gestão da Emoção

Como Perder a Timidez Fazendo a Gestão da Emoção

Olá, meu amigo e minha amiga.

Me responda com sinceridade: você é uma pessoa inibida? Já buscou saber como perder a timidez? Pois saiba que a gestão da emoção pode contribuir para essa mudança na sua vida.

Neste artigo, eu vou explicar que a timidez não é apenas um traço da personalidade, mas algo que pode limitar a sua rotina. Você verá também o papel do gerenciamento da mente para superar esse obstáculo. Confira!


Por que a timidez pode limitar a sua vida?

Muitas pessoas se sentem ofendidas quando são chamadas de tímidas. Para elas, a inibição é um traço da personalidade que só diz respeito a elas, assim como ser uma pessoa engraçada ou detalhista.

Na verdade, existem diversos níveis de timidez. O mais leve é aquele em que o indivíduo se sente acanhado quando chega a um lugar desconhecido. Porém, em pouco tempo, ele consegue conversar, fazer amizades e expor as ideias.

O problema está na inibição em níveis de média e alta necessidade, associadas até com a fobia social. Nesses casos, você pode ter importantes habilidades asfixiadas, como a ousadia e a capacidade inventiva.

Você pode ter excelentes ideias, tanto para a vida pessoal quanto para o trabalho. No entanto, se tiver vergonha de fazer as suas escolhas e se expor, nunca viverá de maneira completa. Percebe como perder a timidez é algo essencial para a sua felicidade?



Como perder a timidez com a gestão da mente?

Caso você tenha percebido que ser tímido prejudica a sua vida, eu sugiro que conheça a Academia da Gestão da Emoção. Por meio desse programa, que foi criado por mim, é possível resolver uma série de questões, inclusive a inibição em excesso.

A gestão da mente consiste na aplicação de uma série de ferramentas para garantir autonomia ao indivíduo. Para quem quer saber como perder a timidez, uma das técnicas mais importantes é a DCD (Duvidar, Criticar e Determinar).

Em outras palavras, a ferramenta ensina a pessoa a duvidar do que a controla, criticar as ideias perturbadoras, como o medo de não agradar a todos, e determinar ser alguém seguro e feliz. Assim, ela passa a se conhecer melhor e a enxergar o “próprio eu”.

Óbvio que a gestão da emoção não resolve todas as inseguranças de uma vez. Ela precisa ser aplicada todos os dias, durante algum tempo, para que os resultados apareçam. Mas uma coisa eu garanto: você pode ter um salto surpreendente e começar a ser líder se si mesmo, depois que libertar a sua mente.

Conheça agora mesmo a Academia da Gestão da Emoção!