Conheça a Ferramenta DCD — Duvidar, Criticar e Determinar

Conheça a Ferramenta DCD — Duvidar, Criticar e Determinar

Olá, meu querido amigo e minha querida amiga

Você já deve ter visto eu falar aqui sobre a ferramenta de gestão da emoção DCD (Duvidar, Criticar e Determinar). Ela foi desenvolvida depois de muito estudo sobre os conflitos interiores e os pensamentos perturbadores.

Por meio desse método, é possível se libertar de medos, neuroses e ressentimentos. Continue a leitura deste artigo e entenda como a DCD é uma solução para diversas situações!


O que são os pensamentos perturbadores e como a DCD ajuda a combatê-los?

Os pensamentos perturbadores podem assustar qualquer pessoa em algum momento da vida. Muitas vezes, eles surgem quando você deseja fazer algo diferente ou está em uma situação que sai da sua rotina.

Por exemplo: imagine que você queira mudar de cidade, depois de anos vivendo no mesmo endereço. É normal que tenha uma certa insegurança, pois trata-se de uma grande mudança. Porém, ouvir tudo o que a sua mente diz pode gerar dúvidas, ansiedade e até certa angústia.

Muitas pessoas não se dão conta disso, mas o cérebro humano mente. Por causa das experiências passadas, a nossa mente cria certos padrões e ideias que nem sempre se aplicam à realidade.

Quem tem um trauma, por exemplo, costuma associá-lo com novas situações. Dessa forma, o indivíduo pode deixar de viver algo novo com medo de que o passado volte à tona.

A boa notícia é que você pode controlar a sua mente, por meio de ferramentas como a DCD. A técnica foi desenvolvida exatamente para combater os pensamentos perturbadores e negativos, assim que eles surgem.

Ao aplicar a ferramenta, você deixará de ser uma vítima do passado e das circunstâncias. Assim, passará a ser autor da sua própria história!


Como aplicar a técnica de Duvidar, Criticar e Determinar?

Como o próprio nome sugere, essa ferramenta é composta por três etapas bem definidas. Veja quais são e como aplicá-las da maneira correta!


Duvidar

A dúvida é o princípio da sabedoria. Portanto, desconfie de tudo que possa impedir você de evoluir e viver feliz. Duvide:


  • dos pensamentos que dizem que você pode fracassar;

  • da opinião de quem critica você;

  • dos seus medos;

  • das ideias que não deixam você fazer algo.


Criticar

Ser passivo apenas não adianta. É importante que você também tome as rédeas da sua mente e bata de frente com ela quando perceber algum pensamento negativo. Você pode se fazer as seguintes perguntas:


  • por que estou pensando dessa forma?;

  • de onde vem essa ideia perturbadora?;

  • quais situações estão me controlando?


Determinar

A última etapa da DCD consiste em definir o que você deseja para a sua vida. Determine ser uma pessoa livre, autora da própria história e que sabe conduzir a sua própria mente.

Somente quem decide o que quer para si e pensa positivo consegue atingir seus objetivos. Você pode, por exemplo, determinar não ter medo de falar em público e não deixar o seu passado interferir no seu presente.

Para entender melhor sobre traumas e gestão da mente, leia este artigo sobre janelas killer.