Dependência Emocional — Como Se Livrar Dessa Corrente Invisível

Dependência Emocional — Como Se Livrar Dessa Corrente Invisível

Olá, meu querido amigo e minha querida amiga.

Você tem dependência emocional ou conhece alguém que tenha? Essa corrente, que muitas vezes é invisível, pode reprimir a personalidade de quem é dependente, fazendo com que a pessoa deixe de ser autora da própria história.

Apesar de ser algo comum nos dias atuais, é possível reverter essa situação com as ferramentas da gestão da emoção. Entenda melhor como isso funciona!


O que é a dependência emocional

A dependência emocional é caracterizada pela necessidade de ter a atenção de alguém ou a aprovação alheia. Em geral, as pessoas que estão nessa condição são inseguras, o que faz com que depositem no outro aquilo que não conquistaram para si.

O dependente emocional deseja ter sempre apoio, pois tem medo de críticas e da rejeição. Como nem sempre a vida flui do jeito que gostaria, ele costuma se sentir mais frustrado.

Outro aspecto da dependência emocional é que o indivíduo tende a não desenvolver os próprios projetos de vida, pois vive em função dos outros. Assim, caso não tenha o apoio de quem gostaria, pode deixar de construir a própria história.


Como as ferramentas de gestão da emoção ajudam os dependentes emocionais?


As ferramentas de gestão da emoção podem garantir uma série de benefícios, sendo um deles a liberdade ou independência emocional. Quando o indivíduo entende o que sente e consegue gerir a própria mente, ele vive muito melhor e sem depender das outras pessoas.

A insegurança, por exemplo, é um sentimento que pode acometer a todos. Porém, em vez de absorver essa sensação, uma ferramenta que pode ser usada é o DCD — duvidar de cada pensamento negativo, criticá-lo e determinar a sair dessa situação.

Por meio dessa e de outras ferramentas, é possível tornar-se uma pessoa mais independente, analítica e segura — tanto para lidar com questões internas quanto para se relacionar com os outros.

Dentro de um relacionamento amoroso ou de amizade pode haver certo grau de dependência emocional, desde que a troca seja saudável. Ou seja, nenhuma das partes coloca suas expectativas na outra, tampouco exige ou faz concessões demais.

Assim, ao ser líder de si mesmo, você poderá desenvolver relacionamentos saudáveis, inteligentes e sustentáveis.

Quer quebrar essa corrente invisível? Então, leia mais sobre como alcançar a independência emocional aqui!