O Que é Medo e o Que Ele Representa em Nossas Vidas?

O Que é Medo e o Que Ele Representa em Nossas Vidas?

Olá, meu querido amigo e minha querida amiga.

Você sabe o que é medo e por que esse sentimento vem à tona às vezes? Ao contrário do que algumas pessoas pensam, essa sensação não é um sinal de fraqueza, mas algo natural a todo ser humano.

O medo está associado a um instinto de sobrevivência. Caso não nos sentíssemos inseguros em uma floresta, por exemplo, provavelmente seríamos facilmente atacados por um animal feroz. Essa é uma situação na qual o medo é aceitável e pode até mesmo ajudar.

No entanto, quando esse sentimento surge com frequência, é necessário tomar cuidado. Leia este artigo que eu falo mais sobre o assunto!



O que é o medo e por que ele surge?

O medo é uma sensação negativa que faz com que as pessoas pensem duas vezes antes de fazer algo. Apesar de ser um sentimento que ninguém quer sentir, ele ajuda na tomada de decisões, sabia?

Caso não sentíssemos isso, nenhuma decisão seria pensada. Poderíamos andar em alta velocidade, atravessar a rua sem olhar para os lados e muito mais. Então, mesmo que seja um sentimento que gera apreensão, ele é necessário para a vida.

Porém, quando isso é excesso, faz mal. Atualmente, a humanidade tem sentido mais receio de morrer, de perder quem ama e de ficar sem emprego, por conta da pandemia do novo coronavírus. Isso faz com que as pessoas tomem mais cuidado — seja para não se contaminar ou evitar desgaste na empresa, por exemplo.

Mas a Covid-19 não é o único fator que causa esse sentimento. Cada indivíduo pode ser mais suscetível a um tipo de receio. Há quem tema andar de avião, ficar em um lugar alto, ver insetos e, até mesmo, sinta receio em amar.

Quando esse sentimento faz com que você deixe de viver algo, é importante buscar ajuda. Afinal, ele é como um semáforo amarelo em sua vida que indica “atenção”, mas não pode ser um semáforo vermelho que diz “pare”.



Quando sentir medo não é normal?

Caso o seu medo seja paralisante, e esteja na sua rotina mais do que você acredita ser normal, desconfie. Pode ser a sua mente tentando confundir você.

Sim, a mente mente. Por isso, todos devem controlar os próprios pensamentos, antes que eles assumam o controle. Isso ajuda a manter a saúde mental e a levar uma vida mais tranquila.

Já pensou se você vivesse sempre com apreensão do que está por vir? Obviamente, não conseguiria aproveitar nada.

Por isso, é importante questionar de onde vem esse pensamento e saber lidar com ele.

Quer saber mais sobre como superar sentimentos confusos e ser feliz? Leia mais no blog da Academia da Gestão da Emoção!