Poderia Me Perdoar? A Pergunta Que Todos Devem Se Fazer

Poderia Me Perdoar? A Pergunta Que Todos Devem Se Fazer

Olá, meu querido amigo e minha querida amiga.

Você já se perguntou: “será que eu poderia me perdoar?”. Toda pessoa que cobra demais de si tem dificuldade em conceder o autoperdão. Há muitos seres humanos que são ótimos para suas famílias, são inteligentes e generosos com seus colegas de trabalho, mas são carrascos de você mesmo, ou seja, não são tão generosos consigo como são com os outros.

Neste artigo, você verá se poderia se perdoar pelos possíveis erros que cometeu. Confira!


Será que eu poderia me perdoar?

O mundo está repleto de pessoas imperfeitas. Se você errou e se questiona “será que eu poderia me perdoar pelo meu erro?”, é preciso entender que você é imperfeito, convive com pessoas imperfeitas, frustra os outros e tem as expectativas frustradas.

Por isso, sim, você pode e deve se perdoar!

O pior inimigo do ser humano é ele mesmo, porque exige e cobra demais de si. Em minhas conferências, sejam elas para qualquer plateia, desde a área jurídica, pedagogia ou empresarial, eu sempre fazia duas perguntas.

A primeira delas era: “quem cobra demais dos outros?”. Nesse momento, um terço das pessoas levantavam as mãos, indicando que eram cobradores excessivos.

A segunda pergunta que costumava fazer era: “quem cobra excessivamente de si?”. Então, mais de 80% das pessoas presentes levantavam a mão. Isso é um reflexo de nossa sociedade, onde a maioria tende a não enxergar a autoimagem como deveria. E é por causa dessa distorção de você mesmo e da cobrança que faz consigo que o autoperdão se torna tão difícil

Isso porque, quando você se cobra demais, são registradas na sua mente janelas traumáticas, chamadas de janelas killer, que correspondem às áreas da memória que registram o conteúdo emocional angustiante, fóbico e tenso. Com esse registro, os níveis de exigência para ser feliz, relaxado e realizado aumentam.

Por isso, se perdoar começa a parecer mais difícil do que realmente é.

Mas, para começar, você deve aprender a ser protagonista da própria história e evitar tantas cobranças para, assim, se perdoar!


Como se autoperdoar?

Além de conduzir sua vida e evitar se cobrar tanto, nós devemos dar risada dos nossos erros suportáveis, da nossa estupidez e dos erros dos outros que são suportáveis, como uma teimosia de alguém, ou alguma confusão de ideias que tivemos. A vida precisa ser leve, pois, caso contrário, não há saúde emocional. Rir de si mesmo faz parte da vida!

O perdão precisa ser construído. Perdoar é entender que, por trás de alguém que fere, há uma pessoa ferida. É ter um caso de amor com sua própria vida, ou seja, se amar como é, mesmo que seja imperfeito.

Na academia da gestão da emoção esse é um dos principais objetivos. Com ela, é possível se tornar protagonista da sua própria história, a partir dos métodos ensinados.

Gostou desse artigo? Entenda também como o perdão pode ser a chave da mudança de sua vida.