A Síndrome do Pensamento Acelerado e seus sintomas

A Síndrome do Pensamento Acelerado e seus sintomas

A mais penetrante e “epidêmica” síndrome que atinge as sociedades modernas é a Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA). Grande parte das pessoas de quase todas as idades é acometida em diferentes níveis por ela, incluindo as crianças, ora tratadas como gênios, ora como hiperativas.

Destruímos a infância das crianças sem perceber. Pensar é bom, pensar com consciência crítica é melhor ainda, mas pensar excessivamente é uma bomba contra a qualidade de vida, uma emoção equilibrada, um intelecto criativo e produtivo.

Não apenas o conteúdo pessimista dos pensamentos é um problema que afeta a qualidade de vida, mas também a velocidade exagerada desses pensamentos. Editar ou acelerar sem controle o pensamento é o sinal mais evidente da falha do Eu como gestor psíquico.

Ninguém suportaria por muito tempo ver um filme cujas cenas rodassem rapidamente. Mas suportamos por anos nosso pensamento rodar seu “filme”. O custo físico e psíquico disso é altíssimo.

Qualquer leigo sabe que uma máquina não pode trabalhar em alta rotação continuamente, dia e noite, pois corre o risco de aumentar sua temperatura e fundir suas peças. Mas é quase inacreditável que nós, seres humanos, não tenhamos a mínima consciência de que pensar exageradamente e sem nenhum autocontrole é uma fonte de esgotamento mental.

A humanidade tomou o caminho errado; estamos nos estressando rápida, intensa e globalmente na era dos computadores e da internet. Estamos levando a psique a um estado de falência coletiva e não percebemos o mal do século.

Mesmo se o conteúdo for positivo, culto, interessante, o aceleramento do pensamento por si só gera um desgaste cerebral intenso, produzindo a mais importante ansiedade dos tempos modernos, com diversos sintomas como:

Mente inquieta ou agitada

Insatisfação crônica

Cansaço físico exagerado, acordar cansado

Sofrimento por antecipação

Irritabilidade e flutuação emocional

Impaciência; tudo tem que ser rápido

Dificuldade de desfrutar a rotina (tédio)

Dificuldade de lidar com pessoas lentas

Dor de cabeça ou muscular

Déficit de concentração ou memória

Transtorno do sono ou insônia

As consequências da SPA incluem o envelhecimento precoce da emoção, a reclamação frequente, um “Eu” engessado e auto sabotador, a perda do vigor da vida, egocentrismo, egoísmo e individualismo, dificuldade de superação dos conflitos e de adaptação às adversidades, dificuldade de lutar pelos seus sonhos e a morte precoce do tempo emocional: a vida passa num piscar de olhos.

Se você identificou que sofre do mal do século, é primordial tomar uma atitude para desacelerar a mente. Capacite seu “Eu” para ser autor da sua própria história, seja livre para pensar, mas não um escravo dos próprios pensamentos.

Assim como você toma banho todos os dias, faça também a higiene mental. Limpe o lixo psíquico, jogando fora falsas crenças, pensamentos perturbadores e o sofrimento por antecipação.

Essas técnicas são fundamentais para ter um romance com a existência, e não viver em um verdadeiro filme de terror. Faça da Gestão da Emoção uma prioridade em sua vida!

Em janeiro estreia a série 2019 – O Melhor Ano da Sua História, uma série totalmente online e gratuita onde Dr. Augusto Cury ensinará técnicas fundamentais de Gestão da Emoção.

Cadastre-se gratuitamente agora mesmo e garanta sua vaga!