Síndrome SPA — Quando A Mente Trabalha Rápido Demais

Síndrome SPA — Quando A Mente Trabalha Rápido Demais

Olá, meu querido amigo e minha querida amiga.

Você sabe o que é a síndrome SPA (Síndrome do Pensamento Acelerado)? Ela tem a ver com o momento atual que estamos vivendo, no qual a ansiedade tem ganhado grandes proporções.

Essa síndrome possui seis níveis que podem ser identificados e tratados para que você possa desfrutar da sua trajetória de vida de forma mais tranquila.


Entenda os seis níveis da Síndrome SPA

A síndrome SPA, que eu tive o privilégio e o desprazer de descobrir, produz alguns sintomas e pode ser separada em seis níveis. Aqui, quero colocar você em xeque para que possa identificar se apresenta esses sinais. Confira!


Nível 1 da síndrome SPA

O nível um desse transtorno da mente corresponde ao que chamamos de “viver desconcentrado”.

Por exemplo: você olha para uma direção, porém, está desligado, sem prestar atenção de fato no que está vendo? Lê um texto, mas não guarda nada em sua mente do que foi aprendido?

Isso pode mostrar que você tem um Eu desconcentrado, desconectado. Mas não se preocupe, pois existem muitas pessoas distraídas também! O importante é identificar isso em você e se esforçar para aumentar o seu foco.

Nível 2 da SPA

O segundo nível diz respeito às pessoas que não desfrutam da trajetória, ou seja, não conseguem aproveitar os momentos de sua vida e de sua jornada. São aquelas que quando pegam o jornal leem de trás para frente, porque já querem saber o que tem na última página.

Elas estão desconectadas de si, elas pegam o carro e já querem sair em alta velocidade para chegar ao ponto final.

Para melhorar esse aspecto em quem se sente assim, é preciso criar um caso de amor com sua saúde emocional. Dessa forma, é possível apreciar melhor o momento presente, antes de querer adiantá-lo.

Nível 3 da SPA


No terceiro nível da síndrome SPA, temos aqueles que detestam a solidão. Ou seja, são os que não conseguem enfrentar a solidão, não podem ficar sozinhos, sem ter o que fazer, em um momento reflexivo — elas precisam clicar no celular, entrar nas redes ou na internet, interagir e consumir informação.

Refletir e ter momentos sozinhos são importantes. Você precisa se reconectar com o seu Eu, apreciando sua própria companhia e os seus momentos sozinhos, para não sabotar o que tem de melhor em você e, dessa forma, aprender a lidar melhor com a solidão.

Nível 4 da SPA

No quarto nível, há as pessoas que querem que todos sigam no seu ritmo frenético e ansioso.

Há mães que veem os seus filhos falando devagar, comendo devagar e tem um ataque de ansiedade com isso e até sugerem: “meu filho é autista”. Mãe, não é que seu filho é autista, você que está agitada demais.

Há executivos que são tão ansiosos que não suportam ouvir os seus colaboradores dissecar algumas ideias e já dizem: “vamos rápido, sintetize, eu não suporto isso”.

Mas é importante lembrar que velocidade não é qualidade. Muitas pessoas que são hiper falantes e hiperpensantes têm baixa qualidade e capacidade de desenvolver processos, ideias e soluções. Por isso, acalme sua mente e saiba desfrutar cada momento de sua vida!

Nível 5 da SPA

No nível cinco da síndrome SPA, há aqueles que preparam as férias dez meses antes.

Você é uma dessas pessoas ou conhece alguém que fica tão animado com as férias que se preparam com muito tempo de antecedência? Que, ao abraçar os amigos, pensa: “fiquem no fogo, porque eu fui, vou curtir a vida”?.

O problema em agir assim é que o momento de aproveitar a vida e desfrutar do tempo presente não acontece, pois há uma dificuldade em ficar consigo mesmo. Então, para saber lidar com essa situação também é preciso aprender a gerenciar suas emoções e criar um caso de amor com sua saúde emocional, se cuidando, olhando para seu interior, desacelerando e sabendo viver um momento de cada vez.

Nível 6 da SPA

No último nível, temos aqueles que fazem da aposentadoria um deserto. Ou seja, não sabem o que fazer com o tempo que antes era dedicado ao trabalho.

Com isso, é gerado um estresse e angústia, por conta da mente continuar com os pensamentos acelerados.

Então, se reconecte com você. Brinque mais, relaxe e desacelere. Aproveite esse tempo para entender suas emoções e fazer coisas que antes não podia por falta de tempo.

Você precisa aprender a curtir um momento de cada vez para fazer da sua vida uma história que vale a pena ser vivida.

Quer continuar entendendo mais sobre esse assunto? Então, aprenda quando o pensamento acelerado pode se tornar um problema e veja como a gestão da emoção vai te ajudar!